High/Scope em Creche

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

High/Scope em Creche

Mensagem  FilipaCarvalho em Qua Mar 05, 2008 3:28 pm

Sob orientação de David Weikart, em 1968 iniciaram-se os estudos em bebés entre os 3 e os 11 meses, desenvolvendo a partir dessa data inúmeros projectos, como, o Projecto de Educação de Bebés Yipsilanti-Carnegie, o Projecto de Gravação em Vídeo de Bebés da High/Scope, o Projecto de Visitas ao Domicílio de Pais-para-Pais, o Projecto Pais Adolescentes e Bebés, ou o Projecto de Disseminação de Pais-para-Pais. Durante a década de 80 do século XX começa então a desenvolver-se a Abordagem High/Scope a Bebés e Crianças.

A abordagem High/Scope a Bebés e Crianças assume os seguintes princípios orientadores:
 Aprendizagem Activa;
 Interacção Adulto-criança;
 Ambiente Físico;
 Horários e Rotinas;
 Observação da Criança.

Segundo Post e Hohmann, desde o nascimento que os bebés aprendem activamente. Através das relações que estabelecem com as pessoas e das explorações dos materiais do seu mundo imediato, descobrem como se hão-de deslocar; como segurar e agir sobre objectos; e como comunicar e interagir com os pais, familiares, pares e educadores.

Os bebés e crianças pequenas observam, alcançam e agarram pessoas e materiais que lhes atraem a atenção. A partir desses elementos os bebés e crianças pequenas brincam, exploram, iniciam acções que lhes despertam o interesse, respondem a vários acontecimentos que vão ocorrendo no mundo que os rodeia, comunicando os deus sentimento e ideias através de combinações de gestos, expressões faciais, barulhos e palavras (depois de uma certa idade). Os bebés e crianças pequenas passam a confiar nos pais e adultos que deles cuidam deles em termos de atenção, apoio e desenvolvimento das duas acções, escolhas e modos de comunicar, através das suas explorações. (POST; HOHMANN: 2004)

Todas as crianças são exploradoras. Esse processo de exploração inicia-se desde que a criança nasce com a intenção de obter a força e a coragem necessárias para avançarem todos os dias, confiam dos pais e das pessoas que cuidam deles. De acordo Post e Hohmann as interacções dos bebés com adultos em quem confiam (dentro e fora de casa) proporcionam o “combustível” emocional de que os bebés e as crianças precisam para descobrir segredos com se defrontam no seu mundo, quer físico quer social. Em determinados contextos, os educadores e auxiliares, passam a ser os principais responsáveis por um pequeno grupo de bebés ou crianças, formando uma equipa estável que se responsabiliza pela continuidade educativa a longo prazo para as crianças e respectivas famílias.

A Abordagem High/Scope defende um ambiente de aprendizagem activa, que deverá encorajar a necessidade das crianças de olhar, ouvir, agitar, rebolar, gatinhar, escalar, baloiçar, saltar, descansar, comer, fazer barulho, agarrar, roer e deixar cair coisas, e sujar. O espaço físico deve ser seguro, flexível e pensado de forma a proporcionar conforto, deverá atender à necessidades, potencialidade e interesses de cada criança. Este ambiente inclui uma grande variedade de materiais, disposto de forma arrumada e acessível, que os bebés e crianças pequenas podem agarrar, explorar e brincar do seu modo e ao seu ritmo.


Fontes:
 HOHMANN, Mary; JACALYN, Post (2004) Educação de Bebés em Infantários – Cuidados e Primeira Aprendizagens Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian
 HOHMANN, Mary; WEIKART, David (2007) Educar a Criança Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian



(To be continued...)
avatar
FilipaCarvalho

Mensagens : 37
Data de inscrição : 16/01/2008
Localização : Tugaland

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum